“Calor de inverno” também favorece inchaço nas pernas


Especialista explica o que fazer para evitar pernas cansadas e inchadas

 

Mesmo no inverno, quando a temperatura aumenta e o tempo fica seco, algumas pessoas ainda sentem as pernas inchadas – e isso tem a ver com o calor que provoca alteração na circulação sanguínea. “Ocorre uma vasodilatação dos vasos para favorecer a transpiração e equilibrar a temperatura do organismo estável”, afirma a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Segundo a médica, muitas ações colaboram para esse processo, como a exposição ao sol por tempo prolongado em praias, clubes e piscinas ou até mesmo a ausência de atividade física e a pouca ingestão de água. Por esse motivo, segundo a especialista, é necessário seguir algumas recomendações de ações práticas que favorecem o retorno venoso e evitam o inchaço e cansaço das pernas:

– Tire pausas e repouse com as pernas elevadas;

– Pratique atividade física: “Uma caminhada diária na praia em 30 minutos é suficiente, faz bem para a circulação e para a alma”, explica;

– Evite alimentos muito condimentados ou ricos em sódio. “O ideal é investir em alimentos diuréticos naturais (kiwi, melancia, pepino, mirtilo, cenoura, berinjelas, alcachofra, salsão, uva e aspargos)”;

– Beba muita água

– Evite bebidas alcóolicas

– Compressas frias nas pernas podem aliviar o cansaço. “Elas ajudam o retorno venoso”, conta;

– Relaxe! “Uma pressão arterial controlada é essencial para uma boa circulação”, sugere.

Por fim, a médica esclarece que, mesmo seguindo essas recomendações, é ideal consultar um médico vascular para receitas mais específicas de venotônicos, antioxidantes ou meias de compressão.