Valentino é avaliada em quase 4 bilhões de euros


Valentino está se consolidando cada vez mais como um peso pesado no mercado de luxo. A marca de moda romana teve crescimento exponencial ao longo dos últimos anos, e o seu volume de negócios quase triplicou em quatro anos, passando de 400 milhões de euros em 2012 para 1,16 bilhão em 2016. De acordo com o jornal italiano MF Fashion, seu valor é estimado em cerca de 4 bilhões de euros.

Levando em consideração as projeções para 2017, com um aumento esperado de dois dígitos nas vendas e no lucro operacional bruto, e um EBITDA passando dos atuais 206 milhões de euros para quase 225-230 milhões de euros, e se aplicarmos um múltiplo em torno de 15-17, geralmente utilizado para o setor de luxo, temos uma valorização entre 3,7 e 3,9 bilhões de euros.

Uma estimativa que poderia ser revisada para cima, segundo analistas, e uma boa perspectiva para uma possível introdução no mercado.

A marca romana de moda, que já foi listada na Bolsa de Milão entre 2005 e 2007, ainda deseja retornar à mesma.

Valentino foi comprada em 2012 por Mayhoola, a empresa de investimento pertencente à família real do Qatar, por 720 milhões de euros. Dois anos atrás, o fundo abordou o banco Rothschild para uma nova introdução na Bolsa, considerando disponibilizar entre 25 e 35% do capital no mercado. Na época, no final de 2015, a empresa havia sido avaliada em cerca de 2 bilhões de euros.

Ao publicar seus resultados para 2016, a marca informou que “nada estava previsto para 2017 e que o possível projeto [IPO] seria reexaminado de acordo com as condições dos mercados mais favoráveis”.